Política

Prefeitos de todo o Brasil se reúnem em Brasília para discutir o desenvolvimento sustentável das cidades

As oportunidades e responsabilidades dos governos locais no desafio global do desenvolvimento de baixo carbono serão discutidas durante o II Encontro dos Municípios com o Desenvolvimento Sustentável – Desafios dos novos governantes locais (II EMDS). Realizado pela Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o evento ocorre entre os dias 23 a 25 deste mês, no Centro de Eventos do Brasil 21, em Brasília (DF).

Atualmente metade da população global é urbana, no Brasil a proporção supera 80%, e segue crescendo. Cerca de 67% da demanda primária de energia vem das cidades, que são responsáveis por 70% das emissões globais de gases de efeito estufa. As oportunidades de hoje para construção de infraestrutura urbana sustentável pautarão as cidades do futuro. Com a perspectiva de moldar um futuro sustentável e inclusivo para nossas cidades, a organização Governos Locais pela Sustentabilidade (Iclei) trará à Praça de Boas Práticas do II EMDS prêmios internacionais de parceiros que incentivam a gestão integrada para o baixo carbono e o transporte sustentável.

Na manhã do dia 24 de abril, será apresentado o Earth Hour City Challenge (Desafio da Hora do Planeta para Cidades). Criado pela WWF, e apoiado pelo Iclei, o desafio convidou em 2012/13, cidades de seis países a apresentarem seus inventários gases de efeito estufa (GEE), compromissos de redução de emissões, planos e atividades para alcançar os objetivos traçados, reconhecendo conjuntos de ações inspiradores, ambiciosos e factíveis. Para 2013/14, a expectativa é que o desafio seja trazido também para o Brasil.

Além do desafio e de boas práticas das cidades premiadas, o Iclei apresentará o Registro Climático de Cidades, maior base de dados global de ações climáticas locais, adotada para receber as informações das cidades participantes do Desafio; ferramentas e metodologias disponíveis para apoiar cidades que desejam pautar suas estratégias de desenvolvimento rumo a um futuro sustentável.

Às 15h30, a ex-ministra do Meio Ambiente da Cidade do México e diretora-geral do Secretariado do Pacto Climático Global de Cidades, Martha Delgado Peralta, apresentará aos prefeitos e os convidará a firmarem o Pacto e se unirem aos esforços globais de cidades.

No dia 25 de abril, o tema central será mobilidade urbana. A vice-diretora do Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP) Brasil, Clarisse Linke apresentará o Prêmio Global Sustainable Transport Award (Prêmio Transporte Sustentável) e casos de cidades premiadas. A Cidade do Rio de Janeiro, única brasileira já premiada, apresentará a experiência do Transoeste.

Além da Praça de Boas Práticas, a abertura do II EMDS servirá como palco para que oito prefeitos brasileiros assumam um compromisso público com o desenvolvimento urbano de baixo carbono. Os prefeitos de Fortaleza (CE), Recife (PE), Belo Horizonte (MG), Betim (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Sorocaba (SP) assinarão um acordo de cooperação com o Iclei para implementação do Projeto Urban LEDS.

Com 6,7 milhões de Euros disponíveis, o projeto será desenvolvido ao longo de três anos e meio, até agosto de 2015, em quatro países de economia emergente: Brasil, África do Sul, Índia e Indonésia.

Leave a Reply