Política

#Cop21: negociadores têm menos de 48 horas para superar impasses e chegar a um acordo global do clima

PARIS – O prazo para que haja um acordo global de combate às mudanças climáticas termina nesta sexta-feira, 11 de dezembro.

Em Le Bourget, nos arredores de paris, os delegados dos 195 países signatários da Convenção Clima passaram a noite trabalhando e negociando os últimos pontos em aberto do texto.

Entre os desafios, está o de reduzir as emissões de gases de efeito estufa, que provocam o aquecimento da Terra, permitir que os países mais afetados possam se adaptar a um futuro com mais alagamentos e desertificação e encontrar recursos financeiros para bancar tudo isso.

A conferência do Clima de Paris foi aberta no último dia 30 com a presença de mais de 150 chefes de estado.

Tamanha participação oficial só vista até agora nas reuniões da ONU em Nova Iorque.

Por isso, o esforço para que o encontro termine em grande estilo é enorme.

Nesta quarta, foi divulgado um novo esboço do texto com 29 páginas, 14 a menos que na versão anterior.

Dois terços dos impasses foram resolvidos, mas ainda existiam 367 pontos em aberto do início da noite.

Entre as principais disputas, estão as metas do acordo, se de 2o C ou de 1,5O C a partir da era pré-industrial, e também as fontes de financiamento para combater às mudanças climáticas.

Por Antônio Martins Neto

Editor do Blog Mundo Possível

Leave a Reply