Ideias

Israelense desafia engenheiros e cria bike feita de papelão

A idéia surgiu quando o israelense Izhar Gafni, de 50 anos, tomou conhecimento da existência uma canoa de papelão criada por um designer japonês.

Intrigado, e ao mesmo tempo fascinado pela história, ele pensou em fazer não uma canoa, mas uma bicicleta.

Partiu para conversar com três engenheiros pelos quais tinha muito respeito. Foi unanimamente desencorajado. Não havia tecnologia para fazer com que o material adquirisse a resistência necessária para aguentar, em movimento, o peso do corpo humano.

Mas a ideia já tinha criado raízes na mente desse especialista em design para automação industrial.

Por quatro anos, Gafni estudou os pontos fracos da estrutura do papelão.
Aplicou várias tecnologias não convencionais, e secretas, ao material. Fez os primeiros protótipos.

“Fazer uma caixa de papelão é fácil e ela pode ser bem resistente e durável, mas fazer uma bicicleta é extremamente difícil e eu tive que encontrar uma forma de dobrar o papelão em várias direções diferentes”, contou o inventor em entrevista à agência de notícias Reuters.

Depois de muita tentantiva e erro, Gafni chegou ao protótipo definitivo e em breve dará início à produção em massa da bicicleta de papelão, cuja unidade deve chegar ao mercado por 20 dólares, cerca de 40 reais.

Gafni espera agora que a inovação ganhe o mundo e mudar os hábitos de transporte, das cidades congestionadas aos lugares mais pobres da África.

Por Antônio Martins Neto
Editor do Blog Mundo Possível

Veja esse belo video que conta a história da bicicleta de papelão.

Leave a Reply