Economia

O futuro sustentável dos vinhos do Alentejo, em Portugal

Os famosos vinhos do Alentejo, líderes no marcado português com uma cota de 43% da produção nacional, serão alvo de um plano de sustentabilidade para atender aos consumidores de países como EUA, Brasil, Suíça, Canadá e Noruega.

A iniciativa é da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), criada em 1989 para promover e certificar os vinhos DOC Alentejo e os vinhos Regional Alentejano.

O objetivo do plano é antecipar as exigências dos principais consumidores externos, para os quais as credenciais de sustentabilidade são requisitos de entrada ou de permanência  no mercado.

O plano prevê a otimização do consumo de energia e fertilizantes e da produção de resíduos, assim como a  diminuição dos custos de produção e distribuição.

Pretende ainda assegurar a produção e divulgação transparente dos principais indicadores ambientais, sociais e econômicos.

O plano deve abranger as três dimensões da sustentabilidade: ambiental (solos, água energia, carbono e resíduos), econômica (qualidade, tendências do consumidor, diferenciação e rentabilidade de longo prazo) e social (recursos humanos, comunidades locais e herança cultural).

O ponto de partida para a elaboração do documento será uma Sessão de Apresentação e Debate amanhã,  22 de abril, no Fórum Eugénio de Almeida, em Évora, Portugal.

Leia mais aqui.

Conheça a bela região vinícola do Alentejo no vídeo abaixo.

Leave a Reply