Cidades

São Paulo segue exemplo de Nova Iorque e tenta implantar táxi compartilhado

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na semana passada a proposta do vereador Ricardo Young (PPS) que incentiva o uso do táxi como transporte público.

A ideia do táxi compartilhado é que os carros se cadastrem para complementar as linhas de ônibus e metrôs, auxiliando na diminuição do fluxo delas.

Os trajetos serão pré-definidos e feitos próximos a terminais de ônibus, estações de metrô e locais de grande circulação, como shoppings centers.

Com uma tarifa definida por percurso, quem usar o táxi compartilhado poderá “rachar” a cobrança com os outros passageiros.

O benefício é óbvio: quanto mais gente no carro, menor o custo para cada passageiro e menos carros nas ruas carregando uma só pessoa.

Para o vereador, a promoção do táxi compartilhado como política pública significa “oferecer uma alternativa para os causadores do congestionamento, que são os motoristas de carro.”

O projeto ainda vai ser analisado mais uma vez antes de seguir para a sanção do prefeito de São Paulo Fernando Haddad.

Apesar de nova no Brasil, a ideia já existe em outras cidades do mundo.

Em Nova Iorque, nos Estados Unidos, a prática já é adotada há pelo menos quatro anos.

Agora chega também aos aeroportos, como o LaGuardia, um dos principais da cidade.

Com a ajuda da tecnologia, é claro. Tem até um aplicativo para reunir os passageiros, como mostra o vídeo abaixo.

Bandwagon Rideshare from Bandwagon Rideshare on Vimeo.

Leave a Reply